Destaque Da Semana

Iberia Reduz Estrutura Para Enfrentar Crise De Covid-19

Ministro Destaca Momento Do Turismo Na Abertura Do Festival Das Cataratas

O valioso potencial turístico do Brasil foi destacado pelo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, nesta quarta-feira (13), durante a abertura do 14º Festival das Cataratas, em Foz do Iguaçu (PR). O evento, que é considerado o segundo maior do turismo nacional, deve reunir mais de 8 mil participantes em uma intensa programação de atividades até sexta-feira, amanhã (14).


De acordo com o ministro, o Brasil vive um novo momento no turismo, com a implantação de ações que impulsionem o setor, como, por exemplo, a isenção do visto para que turistas de quatro países (Estados Unidos, Austrália, Japão e Canadá) visitem o país. “O Brasil é um país continental com praias maravilhosas, uma gastronomia única e o ‘número um’ em recursos naturais”. Ele ainda elogiou a iniciativa do Governo do Paraná em criar um canal de televisão com programação exclusiva sobre turismo (a TV Paraná Turismo) e a utilização de 35% do orçamento da Comunicação em ações relacionadas ao setor.

Também participaram da solenidade de abertura a ministra do Turismo do Paraguai, Sofia Montiel; o presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) e diretor da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), Alexandre Sampaio; o vice-governador do Paraná e presidente da Fecomércio, Darci Piana; o secretário de Desenvolvimento Sustentável e Turismo do Paraná, Márcio Nunes; o prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro; entre outras autoridades.

Anfitrião do evento, o idealizador e coordenador do Festival das Cataratas, Paulo Angeli, destacou que “a Feira (de Turismo e Negócios) está muito bonita e as atividades técnicas estão atraentes. Serão dois dias muito produtivos”, pontuou. O prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, lembrou que a cidade “respira e acredita no turismo” e que “enxerga no turismo a grande fonte de desenvolvimento humano para a construção de uma sociedade melhor e sustentável”.


Comentários