Destaque Da Semana

Iberia Reduz Estrutura Para Enfrentar Crise De Covid-19

American Airlines Adia O Retorno Do Boeing 737 Max

A American Airlines confirmou que agora espera que o Boeing 737 Max permaneça no solo até pelo menos 3 de setembro. A companhia aérea de Fort Worth, no Texas, havia removido o tipo de aeronave antes do dia 19 de agosto. A American originalmente planejava operar cerca de 115 vôos diários no 737 Max. No entanto, não há certeza de que o avião retornará aos horários em setembro.


A FAA está atualmente trabalhando com a fabricante Boeing para certificar atualizações de software para o 737 Max, após dois acidentes fatais na Indonésia e na Etiópia. Um total de 346 pessoas morreram nos acidentes com cinco meses de intervalo.

A Southwest Airlines, a maior operadora Max, estabeleceu o dia 5 de agosto para o avião retomar os vôos, enquanto os planos da United para o dia 3 de agosto.

Em um comunicado, a American Airlines disse que "continua confiante" que as atualizações de software, junto com os novos elementos de treinamento que a Boeing está desenvolvendo para os pilotos, levarão à re-certificação da aeronave "em breve".

American acrescentou: "Temos estado em contato contínuo com a Administração Federal de Aviação, departamento de transporte, Conselho Nacional de Segurança de Transporte e outras autoridades reguladoras, e estamos satisfeitos com o progresso até o momento."

Os passageiros afetados pelos cancelamentos podem ser reservados em outros vôos ou podem solicitar um reembolso total, acrescentou a American Airlines.

Fonte: Breaking Travel News - Airlines

Comentários