Destaque Da Semana

IAG Relata Prejuízo Operacional De € 1,3 Bilhão No 4º Trimestre

Uruguai Amplia Concessão Do Aeroporto De Punta Del Este Até 2033

A concessão do Aeroporto de Punta del Este, cujo contrato expirou em 31 de março deste ano, foi renovada pelo governo três dias antes da queda. A Corporación América administrará o terminal até 31 de março de 2033 e terminará - se não houver novas extensões - 40 anos à frente do terminal, o segundo em importância no Uruguai - onde uma resolução do Poder Executivo de 28 de março e assinado pelo presidente Tabaré Vázquez ao então ministro da Defesa, Jorge Menendez - destituido segunda-feira 1 de Abril, por um caso escandaloso de direitos de concessão humana se estende Aeroporto Punta del Este por mais 14 anos, até 2033.


A empresa de gestão, Corporación América Airports - representada pelo Consórcio Aeropuertos Internacionales SA (Caisa) - informou que "se comprometeu a fazer investimentos de mais US$ 35 milhões em infraestrutura e tecnologia".

Estas obras, reformas e adições incluem, entre outros, a construção de um novo terminal de aviação privada, repavimentação das pistas e taxiways, uma nova vedação do perímetro, equipamentos para o serviço de combate a incêndios e um reajuste dos espaços de sala de embarque e uma nova sala VIP - na qual a resolução afirma que o terminal de passageiros deve ser ampliado para acomodar 350 passageiros, para o qual será utilizado o terraço no último andar.

"Parte do terraço no primeiro piso será destinado a expandir o embarque na sala comum e o restante será utilizado para embarque de sala VIP, e a incorporação da tecnologia e da inovação necessária para oferecer conforto e segurança aos passageiros" indica a resolução do governo.

Além dos investimentos comprometidos, a concessionária é obrigada a pagar uma taxa mínima de US$ 7.000.000 - meio milhão por ano - pelo uso do terminal, que movimenta cerca de 200.000 passageiros anualmente.

Fonte: Hosteltur Latam - Transportes

Comentários