Destaque Da Semana

IAG Relata Prejuízo Operacional De € 1,3 Bilhão No 4º Trimestre

Chile Investirá 18% Do Seu Orçamento De Promoção No Brasil Em 2019

O Brasil será uma das prioridades da promoção turística do Chile em 2019. De acordo com relatório divulgado pelo Conselho de Promoção do Turismo do Chile, serão investidos US$ 2,6 milhões em promoção no País. O montante representa 18,4% de todo investimento previsto para o ano e põe o Brasil na segunda posição em termos de prioridade, atrás apenas dos Estados Unidos, que contarão com um investimento de US$ 3,1 milhões, 22% do total. Juntos os países representam mais de 40% do orçamento em promoção. O investimento total do Conselho para o ano será de US$ 14,1 milhões.


O investimento previsto no Brasil em 2019 representa um aumento de 193% em relação ao ano passado. As ações serão feitas principalmente em mercados prioritários, como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba, Porto Alegre e Belo Horizonte. A aposta se deve ao crescimento de 8,1% no número de turistas brasileiros registrados em 2018.

Além de Brasil e EUA, a promoção turística do Chile se concentrará em outros sete mercados prioritários: Argentina, Alemanha, França, Espanha, Reino Unido, Austrália e China, com investimentos que variam de US$ 389 mil a US$ 1,1 milhão. Juntos, os nove países representam 85,09% do investimento em promoção para 2019, totalizando US$ 12 milhões. Em número de turistas, os mercados representaram 63,3% das chegadas internacionais em 2018.

No ano passado o Chile registrou uma queda de 11,7% no número de turistas estrangeiros, passando de 6,45 milhões para 5,72 milhões. O resultado foi impactado diretamente pelo mercado argentino, principal emissor, que caiu 27%, de 3,32 milhões para 2,42 milhões.

O Chile também contará com um orçamento de US$ 944,5 mil, (7,4% do total) destinado aos mercados em desenvolvimento. O maior investimento desde grupo fica com o Canadá (US$ 338 mil), seguido por Colômbia, México, Itália e Uruguai. Os 7,51% restantes do orçamento de promoção, equivalente a US$ 1 milhão, serão destinado ao segmento MICE.


Comentários


Banner 3