Destaque Da Semana

Iberia Reduz Estrutura Para Enfrentar Crise De Covid-19

5º FMTG Reunirá Mais De 500 Participantes E Dobrará A Capacidade

A OMT destaca o papel da gastronomia como motor turístico e criação de empregos, empreendedorismo e desenvolvimento

O 5º Fórum Mundial de Turismo Gastronômico, em San Sebastián, será realizado nos dias 2 e 3 de maio. O objetivo é promover o turismo gastronômico como elemento de desenvolvimento sustentável dos países e impulsionador do emprego e do desenvolvimento comunitário, sendo a inovação a chave para ganhar competitividade, segundo a  Organização Mundial do Turismo (OMT).


A UNWTO e o Centro Culinário Basco serão responsáveis ​​pela organização deste fórum, que se realiza desde 2015 com o apoio do Governo Basco, da Diputación de Gipuzkoa e da Câmara Municipal de San Sebastián. Em sua próxima edição, espera-se receber mais de 500 participantes e 30 palestrantes reconhecidos do mundo gastronômico.

O tema desta edição, que será a sede do Kursaal Congress Palace será a criação de emprego e a promoção do empreendedorismo em linha com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (DPSs). E é que o turismo é uma importante fonte de emprego e seu efeito multiplicador transcende outros setores, como a gastronomia.


Objetivos Do Fórum

Os principais conteúdos e objetivos do fórum foram apresentados quarta-feira em Madrid numa conferência de imprensa na sede da OMT presidido pelo Secretário-Geral da OMT, Zurab Pololikashvili e Secretário de Estado do Turismo, Isabel Oliver.

Oliver ressaltou a importância da gastronomia para o desenvolvimento do setor de turismo e valorizou esse tipo de iniciativas "que colocam a Espanha no centro das atenções". Destacando o País Basco como uma região líder gastronômica juntar tradição e modernidade, defendida promover o turismo gastronômico como uma forma de manter o emprego de qualidade "que também está no turismo de qualidade".

A cerimônia contou com a presença do vice-ministro do Comércio e Turismo do Governo Basco, Isabel Muela, o vice de cultura, turismo, juventude e desportos de Gipuzkoa, Denis Itxaso, o primeiro vice-prefeito de San Sebastian, Ernesto Gasco, bem como diretor do Centro Culinário Basco, Joxe Mari Aizega.


Gastronomia Como Motivação Para Viajar

O diretor do Culinary Center basco explicou que o Fórum V, que este ano mudou sua sede para o Palacio de Congresos Kursaal, onde a capacidade dupla, analisar as habilidades e os conhecimentos que são no futuro as exigências do turismo culinário; colocando o foco na gastronomia como sendo um das principais motivações para viajar seriam, basicamente, as exigências para a inserção no mercado de trabalho do mundo da gastronomia.

Além disso, buscará identificar estruturas favoráveis ​​que promovam o empreendedorismo e a inovação, bem como a criação de ecossistemas que estimulem a conexão entre empresas emergentes ao longo da cadeia de valor do turismo de alimentos.

O fórum também abordará o potencial do turismo gastronômico para alcançar uma melhor integração de grupos desfavorecidos e aumentar a qualidade do ambiente de trabalho.

"A gastronomia é um eixo estratégico para Euskadi. É uma das nossas marcas ", assegurou Isabel Muela, assegurando que o fórum é um exemplo de estratégias políticas conjuntas eficientes.


Competição De "startups"

O fórum também servirá como um quadro de ações de sensibilização para o vencedor 'start-up' da Competição Mundial 'Startups' Turismo Gastronômico, lançado com o apoio da PromPerú, que visa identificar novos negócios que irão liderar a transformação deste setor, fornecendo soluções inovadoras e sustentáveis.


Presidente da Real Academia de Gastronomia, Rafael Anson, que destacou a gastronomia como "saudável, sustentável, solidário e gratificante" um setor acrescentou que a OMC quer destacar com esta competição que, no século XXI "Não basta copiar , mas é fundamental inovar ".

Fonte: Agenttravel - Otras Noticias

Comentários