Destaque Da Semana

Iberia Reduz Estrutura Para Enfrentar Crise De Covid-19

LACTE 14: Conteúdo E Network Somado Com Mais De 950 Participantes

Em 2020, o LACTE 15 ocorre nos dias 17 e 18 de fevereiro, em São Paulo

O LACTE 14 terminou ontem (26). O evento realizado no Golden Hall, do WCity, em São Paulo, reuniu 963 profissionais do setor de eventos e viagens corporativas e gerou mais de 60 horas de conteúdo qualificado, networking, troca de conhecimento e experiências. Com alta adesão do público em todas as ações propostas e aprovação do novo formato apresentado, o LACTE 15 já tem data certa para acontecer: 17 e 18 de fevereiro de 2020.


O segundo dia do evento, começou com a palestra de Zé Ricardo, curador do palco Sunset do Rock in Rio, que a convite da Best Western fez uma palestra exclusiva para buyers credenciados para o encontro. Inspirador, Zé Ricardo comandou o show e falou sobre a arte da ressonância, de mudar o mundo por meio da cooperação e de caminhos compartilhados. “Ressoar não é convencer, é mostrar o caminho. É fazer todo mundo vibrar na mesma frequência. O ruído confunde, a ressonância esclarece”, reforçou o palestrante.

Na sequência, foi dado início à programação de minilabs e content corners. E, a exemplo do que aconteceu no primeiro dia, as sessões de minilabs apresentaram resultados dos trabalhos realizados pelas comunidades da ALAGEV. Nos content corners, os participantes tornaram-se protagonistas do evento, e compartilharam conhecimento e experiências com os participantes.

As sessões mudas, mais uma vez, se destacaram pelo conteúdo e interação da plateia. Marjori Schroeder, painelista da sessão educacional “Engajamento Digital e Marketing de Influência” trouxe uma definição simples e direta sobre o tema. “Marketing de influência nada mais é que o boca a boca, ou indicação. Não é, necessariamente, digital. É uma ação de indivíduos que exercem força sobre comunidades. As novelas são exemplos de quanto o marketing de influência funciona no Brasil."

No painel “Com os olhos do investidor: como avaliar novos fornecedores ?”, os executivos discutiram a nova formatação do mercado e a necessidade de adaptação. Fernando Godoy afirmou que "o que muda com as startups é a agilidade de entender o mercado, com uma visão mais avançada do que uma grande corporação."

Trícia Neves foi a mediadora do painel “Podemos esperar novas rupturas em hospedagem ?” e destacou: “Para que rupturas aconteçam na hospedagem, é necessário criar ambiente interno. A criatividade, a novidade elas não nascem do nada, mas sim da construção de um ambiente dentro das empresas, que promovam a criatividade, oportunidades de inovação. É preciso transformar as pessoas e as formas como elas trabalham. Só rompemos padrões se há coragem de arriscar."

O painel “Como as políticas de viagem abordam a segurança das Viajantes”, mediado por Mariana Aldrigui, abordou os entraves e as sugestões para que o mercado se adeque, rapidamente, a essa demanda e realidade. Segundo Mariana, “as mulheres executivas brasileiras se antecipam aos riscos antes mesmos das empresas pensarem por elas.”

O show de improviso do trio “Os Barbixas” fechou a manhã com muito bom humor e descontração.

Na sequência das atividades, a ALAGEV anunciou a premiação Melhores do Ano ALAGEV 2018, reconhecimento oferecido aos associados e participantes das comunidades ALAGEV que se destacaram durante o ano.  Rute Camargo, gerente de marketing e novos negócios da Costa Brava Viagens e Eventos, ficou na liderança da premiação concedida aos profissionais, seguida por Mateus Couto, CEO da Tour House e, em terceiro lugar, com um empate triplo, foram reconhecidas as profissionais: Sandra Veloso, coordenadora de Novos Negócios da Imaginadora; Manuela Bernardes Nolli, diretora de Operações da T&E Consulting e Fabiane Escudeiro, executiva de contas da Argo Solutions.

As sessões educacionais da tarde trabalharam os temas “Tribalização Dos Eventos”, no qual Marcela Braga ressaltou que “A tribalização e a segmentação dos eventos se ligam ao objetivo e ao foco da atividade e qual objetivo deseja atingir.” Já Fábio Brunoro, comentou que “a segmentação é uma tendência muito forte com objetivo de trazer o público que você quer e oferecer o que ele quer ouvir."

O painel de ROE: "como mensurar o bem-estar do viajante, e seus desdobramentos ?”, Rafael Azevendo Dessunti pontou que “para uma empresa pensar em mensurar qualquer tipo de pesquisa ou survey, ela precisa entender qual o objetivo ela precisa atingir. Qual a ideia e o que você entende como qual será o benefício da informação. A resposta precisa estar alinhada com a cultura da organização. Se não estiver alinhado com a cultura da empresa, não tem como obter sucesso.

Ao longo da tarde, outros painéis tomaram a atenção dos ouvintes, como “Blockchain  e Viagens Corporativas: isso serve para mim ?” e “Decisões pautadas por dados: quebrando a resistência por novas tecnologias".


Palestra Com Sergio Gama E Rodrigo Corbelli Fecharam A Programação Oficial Do Evento

O último dia do LACTE 14 também foi marcado por importantes lançamentos, como a Pesquisa Conjuntural de Viagens Corporativas (PCVC); a rede de relacionamento Mundo ALAGEV; e o white paper “Gestão de viagens e mobilidade”, o primeiro de uma série que será desenvolvida pela associação. De forma complementar, foi confirmada a data da edição que comemora os 15 anos do LACTE, para os dias 17 e 18 de fevereiro de 2020.

“Estamos muito satisfeitos com o resultado obtido nesta edição do LACTE 14. Finalizamos o evento com a certeza que entregamos um encontro mais interativo e condizente com a expectativa do público. Inovamos em conceito, em conteúdo, na diversidade de painelistas e dos temas abordados. E, o mais importante: colocamos o participante como protagonista das escolhas e da trilha de conhecimento individual”, comemora Rodrigo Cézar, presidente da ALAGEV.


Comentários